Branda da Aveleira
Aldeia Turistica

  • Alojamento e Turismo rural em Melgaço
  • Casas de campo
  • Serra da Peneda-Gerês, onde a natureza é rainha.

Uma montanha de emoções

Casa do Rio

 

CARATERÍSTICAS

Capacidade: 6 pessoas em 3 quartos da casal

Equipamentos:

Sala de estar (Sofá, lareira), Cozinha (Fogão, Frigorífico, Micro-ondas, Torradeira, maquina de café, Loiça e utensílios de cozinha), 3 quartos de casal, 1 casa de banho

Espaço exterior privado, alpendre, Barbecue, estacionamento.

Inclui roupas de cama e banho. Aquecimento elétrico em toda a casa. Serão disponibilizados produtos para preparação do pequeno-almoço.

Os animais de estimação são bem-vindos.

 

CONTATOS:

 
 

Proprietário:

Salvador Domingues
Maria Elisa Domingues

Morada:

Cx. correio 109
Sobreira - Gave
4960-160 Melgaço

Telefone:

251487188 / 934199875

Email:

casadoriodaaveleira@hotmail.com

NIB:

BPI: 0010-0000-4371-7280-0013-1

RESERVA:

Em fins-de-semana prolongados, Carnaval, Páscoa e Passagem de Ano, a reserva terá que ser efectuada pelo mínimo de 3 noites.

 
 
 

* A RESERVA APENAS SERÁ VÁLIDA APÓS VERIFICAÇÃO DA DISPONIBILIDADE DOS ALOJAMENTOS E VALIDAÇÃO DA MESMA!

* Em fins-de-semana prolongados, Carnaval, Páscoa e Passagem de Ano, a reserva terá que ser efectuada pelo mínimo de 3 noites.

Preços por noite:

Pessoas Noites Preço
2170.00 €
22 ou mais65.00 €
4195.00 €
42 ou mais90.00 €
61120.00 €
62 ou mais115.00 €

Cama extra: 15 €/noite/por pessoa

Preço para uso exclusivo da Casa.

NIB para pagamento: BPI: 0010-0000-4371-7280-0013-1

 

ASPETOS GERAIS:

Tem cobertura de TDT, depois de Agosto de 2012

A Casa do Rio é a maior casa da aldeia de Branda da Aveleira e é assim designada por se localizar próxima do rio Aveleira, que atravessa a aldeia. Em tempos esta velha casa foi abrigo de pastores e animais que no Verão se mudavam para a Branda em busca de melhores pastagens.

As trutas sobem o rio como as estradas serpenteiam as encostas das montanhas.

Do sol brilhante no Verão, ao chilrear dos pássaros na Primavera, ao cair das folhas mortas no Outono até chegar a neve no Inverno, tudo é beleza que se cruza no encanto da Branda. Da primeira gota de água que aparece no cimo da montanha, até ao aumento progressivo do caudal dos riachos e ribeiras, terminando todas no fundo do vale da Aveleira. Toda esta água pura se vai agrupando num único sentido, de forma a dar vida e direção ao Rio da Aveleira. Caminhando pelas suas margens, encontra-mos uma vasta flora e fauna que coabitam em harmonia e tranquilidade profunda, onde os gados bovinos, caprino e cavalar (o cavalo garrano) vem matar a sua sede.

Pegando nos materiais nobres da zona que a Natureza lhe oferecia (a pedra e as árvores), os Brandeiros construíram cardenhas perto do Rio. Da junção de duas dessas cardenhas germinadas, ergueu-se uma nova casa com comodidade, não alterando as características originais.

O nome da “Casa do Rio”, vem do reconhecimento deste enredo de beleza que a Branda da Aveleira nos oferece entre a terra, a água, o sol, as plantas... uma energia salutar indispensável à vida e, pelo facto, também, desta casa se encontrar muito próxima ao Rio da Aveleira. Torna-se, desta forma, um abraço entre a Natureza e os novos Brandeiros que palmilham cada local da serra, onde a água cristalina passa, e a vontade do visitante de novamente voltar à Branda da Aveleira fica.